Grupo SATA junta-se ao movimento United for Wildlife

As companhias aéreas do Grupo SATA assinaram a Declaração do Palácio de Buckingham juntando-se ao grupo de companhia aéreas que se associa à causa da “United For Wildlife”, para combater o comércio ilegal de animais selvagens.

A adesão a este movimento consubstancia o esforço que vem sendo desenvolvido no grupo SATA, designadamente através da implementação de princípios de gestão sustentável ao nível de toda a organização (Programa EinvA promovido pela IATA), assim como representam mais um passo que também contribui para outro desígnio global como o são, os objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. (ODS)

Embora o tráfego de animais selvagens não seja um problema que se coloque no Arquipélago dos Açores, principal destino onde operam as companhias aéreas do Grupo SATA, o grupo de transporte aéreo açoriano assume que as empresas devem entreajudar-se de todas as formas possíveis, designadamente, através do apoio a iniciativas de âmbito internacional, que visam a criação de um futuro sustentável e que são lideradas por organizações que já atuam há alguns anos no contexto global.

Ao assinar a Declaração do Palácio de Buckingham, o Grupo SATA incentivará  os seus parceiros de negócios a participarem no esforço conjunto (Transport TaskForce*), sensibilizando-os para a problemática, assim como procurará alertar os seus clientes, em particular os passageiros, para a necessidade de exercerem uma vigilância coletiva para um problema que continua a existir, e que se concretiza através da utilização das rede de transportes internacionais, por entre os quais, se encontra a aviação comercial.

                                                                                                   

Como funciona a Task-force do setor do Transporte?

A “Transport Task-force” foi criada pela United for Wildlife com o intuito de trabalhar com a indústria de transporte para identificar a sua influencia no comércio ilegal de vida selvagem e analisar as formas através das quais o setor pode quebrar a cadeia entre fornecedores e consumidores. A “Transport Task-force” reúne líderes de alto nível da indústria de transporte e representantes de organizações mundiais que trabalham em conjugação de esforços com organizações de defesa da vida animal selvagem. A “United for Wildlife” é uma das iniciativas em que a IATA colabora na qualidade de entidade representativa das companhias aéreas de todo o mundo, por entre as quais se encontram as companhias aéreas do grupo SATA, a SATA Air Açores e Azores Airlines.  

Loading...