Pico

Ilha do Pico, Açores

 

Natureza


Montanha do Pico - Ponto mais alto de Portugal e terceiro maior vulcão do Atlântico, a montanha do Pico, assume-se como o ex-líbris da ilha. Na sua cratera encontra-se um cone de lava denominado de Piquinho, de onde é possível em dias límpidos a observação das ilhas circundantes, Faial e São Jorge, tal como, as mais distantes Terceira e Graciosa. Para uma experiência única, recomendamos-lhe pernoitar no topo para o vislumbre de um fantástico pôr-do-sol e um magnífico nascer do sol.

Planalto da Achada - Uma cordilheira vulcânica com cerca de 30 km de extensão e com 200 cones vulcânicos. É um dos locais mais importantes dos Açores em termos de vegetação endémica, contando com espécies como cedro-do-mato, queiró, sanguinho e trovisco.

Campos de Lava Basáltica - Imagem de marca da ilha, estes campos de lava basáltica são a prova da atividade vulcânica que deu origem ao Pico. Foram designados pelos locais como “mistérios” por brotarem do fogo originário da terra.

 

Património


Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico - Elevado a Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2004, a cultura da vinha na ilha do Pico é uma prática secular que marca a paisagem da ilha. De forma a proteger a sua vinha da ação do vento e da maresia, os locais levantaram muros em pedra de basalto, organizando o terreno em forma de “currais”.

Adegas - Devido à grande tradição vinícola da ilha do Pico, as suas adegas assumem uma clara importância no turismo da ilha, sendo estas muitas vezes adaptadas ao turismo rural. O Museu do Vinho, na Madalena, situa-se numa antiga mansão dos frades carmelitas, contendo em seu espólio, alfaias, alambiques e pipas.

Museu da Indústria Baleeira - Atualmente a extinta indústria baleeira é parte fundamental no turismo da ilha, podendo isto ser comprovado em uma visita ao Museu da Indústria Baleeira, situado na antiga Fábrica de Armações Baleeiras Reunidas, em São Roque. No museu poderá encontrar fornalhas, caldeiras e outros equipamentos outrora utilizados na transformação do cachalote.

 

Gastronomia


O polvo guisado com vinho de cheiro, a linguiça com inhame, a molha de carnes e os caldos de peixe são pratos típicos da ilha.

Queijo do Pico – DOP - Queijo produzido desde o século XVIII, passando a sua receita de geração em geração até os dias de hoje. De textura mole, cor branca amarelada e sabor ativo e salgado, é um dos principais produtos da ilha.

Vinhos e Aguardentes - O Pico é uma ilha de reconhecida tradição vinícola, detendo mesmo os mais apreciados vinhos de todo o arquipélago. Outrora, o Pico, devido à casta verdelho, teve vinhos internacionalmente reconhecidos, exportando mesmo o seu vinho para czares. Hoje em dia o vinho produzido na ilha é baseado em novas castas. A Angelica e os licores de fruto, também, são produtos muito apreciados pelos locais e por seus visitantes.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência e segurança durante a navegação. Ao continuar está a aceitar a sua utilização e os Termos de utilização e Privacidade.